5 maneiras de exercitar o cérebro

Conforme a idade avança, os episódios de esquecimento tornam-se mais frequentes. Palavras ou nomes de conhecidos, filmes e livros simplesmente desaparecem da memória, mesmo naqueles momentos em que a resposta parece estar na ponta da língua. Muitas vezes, este lapso causa irritação e frustração, principalmente quando ocorre com certa regularidade. 

 

Meditar, socializar com amigos e familiares e divertir-se com quebra-cabeças, palavras-cruzadas, desafios de memória no telemóvel ou sudoku são formas de ativar as diferentes áreas do cérebro e aumentar a agilidade mental. Veja a seguir mais cinco maneiras de tirar o cérebro da inércia e, muito provavelmente, ativar a memória e as capacidades cognitivas.

 

. Aprenda algo novo

Desafiar-se a aprender uma nova habilidade é uma boa maneira de estimular o cérebro. Cursos de idiomas, aulas de arte e música, workshops de gastronomia, marcenaria e costura: tudo é válido para ativar o cérebro.

 

. Ouça boa música 

No aparelho de som, no telemóvel, no rádio, no computador, no Spotify, não importa: dedique alguns momentos do dia para ouvir melodias que emocionam ou trazem boas lembranças. Estudos com imagens cerebrais de pessoas a ouvir música indicam que uma boa parte do intelecto mantém-se ativo nessas ocasiões. A memória musical é, muitas vezes, a última a ser afetada em casos de doenças como demência, pois as canções são armazenadas em áreas específicas do cérebro.

 

. Leia mais

Mergulhe em lugares desconhecidos, acompanhe a vida de diferentes personagens, emocione-se, viaje para outros lugares e outras épocas. Divirta-se com uma boa leitura e aproveite os benefícios que traz ao cérebro.

 

Ao ler, as diferentes áreas da atividade cerebral são ativadas, entre as quais a compreensão, a memória visual e até algumas áreas motoras. De acordo com Estevo Santamarina, neurologista em Barcelona e membro da Sociedade Catalã de Neurologia, em entrevista à revista Visão Saúde[https://visao.sapo.pt/visaosaude/2018-09-16-7-atividades-ludicas-que-estimulam-o-cerebro/], o ato de ler aumenta significativamente a atividade cerebral e o nível cognitivo, uma vez que produz alterações na anatomia do cérebro e beneficia as ligações nervosas.

 

. Pratique uma atividade física

Exercitar-se está em todas as listas de saúde que se prezem, e a atividade física também faz bem ao cérebro. Estudos indicam que notadamente os exercícios aeróbicos melhoram a capacidade cognitiva do cérebro em adultos sedentários e ajudam a reverter a perda de volume do hipocampo (que se reduz no final da idade adulta e prejudica a memória). A prática regular de exercício físico também estimula as sinapses e a oxigenação do cérebro.

 

. Alimente-se de forma saudável 

Uma dieta equilibrada e rica em vitaminas, minerais, gorduras saudáveis como ómega-3 e flavonoides protege as células cerebrais e tem efeitos benéficos para a memória. Portanto, inclua no seu cardápio peixes como o salmão, o atum e o carapau, frutos secos como nozes e amêndoas, além de espinafres, morangos, abacate, ovo e chocolate com um mínimo de 70% de cacau.

 

Cuide do seu cérebro assim como cuida da sua saúde geral. Estimule-o, desafie-o, mas também deixe que se desligue e relaxe nos momentos certos. Cuidados simples e muitas vezes prazerosos melhoram a memória e a capacidade de aprendizagem.

RElated Posts
Facebook RNA Medical
20 Abr, 2018
Dia Mundial do Coração
29 Set, 2017