Esta caixa fechará dentro de 10 secundos

Notícias

Como cuidar da saúde física e mental em casa

09/10/2020

Em tempos de pandemia é natural que sentimentos como ansiedade, medo e tristeza se tornem mais presentes no dia a dia. Quem não sente falta da liberdade e do prazer de encontrar e abraçar amigos e familiares, sem máscara e sem receio? Ou de frequentar a praia, o ginásio, bares e restaurantes sem preocupar-se com a proximidade das pessoas à sua volta? A “lista da saudade” é extensa, mas enquanto a vacina não chegar o uso de máscaras, a higiene e o distanciamento social são a prioridade.

 

Se no passado recente toda a gente sonhava em ter mais tempo para cuidar de si, hoje é preciso criatividade – e atividade! – para estar em casa com corpo e mente sãos. Casados ou solteiros, com ou sem filhos, a viver com os pais ou sozinho, todos precisamos de olhar para nós próprios com mais carinho e procurar formas de relaxar e viver o dia a dia mais leve e, ao mesmo tempo, mais produtivo. 

 

Aventurar-se na cozinha e experimentar uma receita nova ou ainda, com o apoio da tecnologia, manter longas conversas com grupos de família ou amigos pelo Zoom ou pelo WhatsApp podem ajudar a tornar os dias menos difíceis. Mas não é só isso, existem outras formas de cuidar da saúde física e mental sem colocar os pés fora de casa. Veja as nossas dicas e sinta a diferença em poucos dias!

 

Exercite-se

Tente manter uma rotina de prática de exercício físico de duas a três vezes por semana, no horário mais conveniente para si. Há uma série de vídeos no YouTube com aulas completas de modalidades diversas. Basta escolher a que mais gosta e reservar algumas horas da semana para alongar e fortalecer a musculatura. Em poucas semanas os benefícios surgem, tanto para o corpo como para a mente, uma vez que praticar exercício físico regularmente estimula a produção de hormonas como a endorfina e a dopamina, responsáveis pela sensação de felicidade, bom humor, bem-estar e relaxamento. 

 

Faça cursos online

A web está repleta de cursos online gratuitos para quem quer manter-se atualizado, aprender novas competências ou simplesmente divertir-se. Plataformas e sites como: Coursera [https://www.coursera.org/], Duolingo [https://www.duolingo.com/], Harvard [https://online-learning.harvard.edu/catalog/free], Yale University [https://www.coursera.org/yale], EdX [https://www.edx.org/search?q=free&tab=course] (uma “iniciativa online sem fins lucrativos criada pelas universidades de Harvard e MIT”), CDI Portugal [https://cdi.org.pt/recode-portugal/] e o Instituto Politécnico de Castelo Branco [https://www.ipcb.pt/ipcb-com-cursos-online-gratis-em-tempos-de-pandemia] estão a oferecer cursos dos mais variados assuntos, entre os quais idiomas, tecnologia, gestão, marketing, design, saúde e história. A procura por cursos gratuitos online também pode ser feita através da MOOC List [https://www.mooc-list.com/], uma plataforma que agrega e disponibiliza cursos de várias instituições de ensino de renome. 

 

Leia mais

Chegou a hora de finalmente dedicar-se àqueles livros quase esquecidos na estante ou na mesa de cabeceira, há tanto tempo à espera de serem lidos. Mergulhe nas histórias, conheça personagens instigantes, ria, chore, fique com raiva, emocione-se. Aproveite todas as sensações que uma boa leitura proporciona. Mas, se sentir que está sensível para histórias muito tristes, opte por algo mais leve e divertido. Use o livro a seu favor, para estimular sentimentos positivos.

 

Limite o consumo de notícias e o uso das redes sociais 

Não vai conseguir ler tudo nem saber tudo o que está a acontecer no mundo e na vida dos seus amigos e familiares. E está tudo bem, pois é impossível acompanhar tudo e todos. Desligue o telemóvel e dedique-se a um livro ou a ver uma série, ou a fazer um pão caseiro. Faça algo que lhe dê prazer e evite, com isso, a síndrome de FOMO (em inglês, fear of missing out), ou seja, o medo de perder algo. A sua saúde mental agradece.

 

Crie rotinas

Tire o pijama, passe o pente no cabelo, faça a cama, não deixe a louça acumular-se na bancada da cozinha, defina horários para trabalhar, fazer as refeições, exercitar-se e relaxar. Não é porque o dia agora acontece quase todo em casa – e provavelmente não haverá visitas surpresas – que tudo precisa de ficar desorganizado. Mantenha-se a si e à sua casa em ordem. A vida fica mais fácil, acredite.

 

Atitudes simples como estas podem fazer muito bem à sua saúde física e mental. Invista momentos do seu dia para cuidar mais e melhor de si próprio. Quando está bem, relaxado e mais feliz, as pessoas à sua volta tendem a ser contagiadas por essa energia positiva e estimulante. E tenha paciência, pois tudo voltará a ficar bem.