Esta caixa fechará dentro de 10 secundos

Blog

Detox após as festas

04/01/2018
Distribuir pelos colegas as caixas de bombons que sobraram das festas, tomar um pequeno-almoço saudável, fazer exercício regular e uma alimentação rica em fibras são algumas regras básicas. Para além do excesso de peso, o consumo de antibióticos, de álcool, de tabaco, de refeições pré-cozinhadas (cheias conservantes, adoçantes, aditivos, etc.) deixam-nos expostos a elevados índices de toxinas prejudiciais ao corpo, dificultando a auto-limpeza do organismo. As consequências? Sintomas frequentes, já “banalizados”:
  • fadiga;
  • retenção de líquidos;
  • distensão abdominal;
  • insónias;
  • desregulamento intestinal;
  • metabolismo lento;
  • celulite;
  • ganho de peso;
  • azia;
  • olheiras;
  • acne;
  • gordura localizada;
  • maior dificuldade de concentração.
É ao fígado que cabe a tarefa de eliminar todas as toxinas, mas esta só será bem realizada com a ajuda de alimentos desintoxicantes, os tão famosos DETOX! Quando a intoxicação é crónica culmina em diabetes, artrite, osteoporose e até cancro (79% a 92% tem causas de toxicidade alimentar/ ambiental, stress e sedentarismo). A necessidade de desintoxicar o corpo não é uma moda, não é uma modernice. É qualidade de vida!
 
DETOX: COMO

Beber água – parece um lugar comum, mas se duplicar o consumo de água vai activar os mecanismos de eliminação das toxinas. Será ainda mais funcional se adicionar gengibre, canela, hortelã, pepino ou limão. Para saber a quantidade mínima de água a beber faça a conta: peso x 0.045 (sendo o resultado a água a beber (MÍNIMO)).
 
Ingira alimentos crus – consumir diariamente 2/3 dos alimentos crus contribui para uma maior produção de nutrientes e facilita a digestão.
 
Vegetais (verdes escuros) – essenciais para a eliminação de toxinas (especialmente, após ingestão de álcool), são os melhores alimentos para aliviar a ressaca.
 
Água com limão (sem açúcar) – diminui a acidez provocada pelo álcool e pelos excessos alimentares, alivia sintomas de ressaca e é um poderoso agente de limpeza do estômago e dos intestinos porque activa o metabolismo. Comece por beber 1 copo de água morna com sumo de meio limão, 15 minutos antes do pequeno-almoço.
 
Diga não aos pré-cozinhados – faça mais e compre menos. Desembale menos e descasque mais. Regras DETOX! Substitua os hidratos de carbono por abóbora, cenoura, batata-doce e outras de raízes farinhentas.
 
Opte por alimentos biológicos – evita a “entrada” de toxinas e aumenta o consumo de nutrientes.
 
Substitua o café por chá – de preferência verde, sempre sem cafeína. Durante o processo DETOX, o consumo de cafeína pode atrasar a eliminação de toxinas.
Alimentos germinados – ao deixar germinar o grão, o feijão, as lentilhas, etc. aumenta-se até 400 vezes o seu poder nutricional.
Faça exercício aeróbico – nas 2h seguintes ao exercício o metabolismo acelera e a transpiração é um método eficiente na eliminação de toxinas. Se não faz exercício habitualmente experimente uma caminhada diária de 20 minutos. Se puder faça 20 minutos de sauna.
Oiça o seu relógio biológico – alimente-se apenas quando tiver fome.
Respire mais – a respiração é essencial para a eliminação de toxinas até 3 vezes mais. Ao acordar, respire profundamente (6 vezes), inspirando pelo nariz, expirando pela boca e nariz, repita antes de almoço e antes de dormir.
Para uma dieta DETOX desloque-se a um dos nossos especialistas em nutrição e dietética. Saiba onde em:  https://rnamedical.pt/pt/redes-rna-medical/