Esta caixa fechará dentro de 10 secundos

Blog

Dia Mundial da Fisioterapia

08/09/2017
"Atividade física para a vida" é este o tema lançado pela Confederação Mundial de Fisioterapia (CMF) para assinalar esta data (dia da sua fundação em 1951), tema esse que tem como objetivo mostrar como os fisioterapeutas podem contribuir para manter ativas pessoas de todas as idades.
A mensagem baseia-se nas recomendações da Organização Mundial de Saúde para a manutenção de atividades fí­sicas moderadas e em pesquisas e relatórios que demonstram os benefí­cios do exercí­cio fí­sico para a saúde de pessoas de diferentes idades.
A Confederação Mundial de Fisioterapia encoraja os fisioterapeutas a transmitir as seguintes mensagens:
  • Todos os adultos saudáveis precisam ser fisicamente activos.
  • Os fisioterapeutas ajudam a integrar a actividade fí­sica na vida diária.
  • Os fisioterapeutas podem aconselhar sobre as actividades para pessoas de todas as idades.
Fisioterapia: Tratar para reintegrar
Terminada a Primeira Grande Guerra surge em Portugal um grande número de militares incapacitados, revelando a necessidade emergente de um serviço de Fisioterapia. Criado no pós-guerra em alguns dos hospitais principais, este tinha como objetivo a reeducação e a restauração das capacidades funcionais dos ex-combatentes para a sua reinserção no mercado de trabalho. Após 1970 termina em Portugal a especialidade de Fisioterapia no contexto médico, passando a ser exercida, exclusivamente, por fisioterapeutas.
Longe vão estes tempos. Hoje, de acordo com a Associação Portuguesa de Fisioterapeutas, estima-se que existam no nosso país cerca de 10 mil fisioterapeutas em exercício, o que resulta numa média de apenas 12 profissionais por cada 100 mil habitantes. A Confederação Mundial de Fisioterapia revela que existem 250 mil profissionais registados em todo o mundo.
A Fisioterapia alcança, cada vez mais, uma visão mais vasta do ser humano, abrangendo movimentos e posições realizados pelo corpo, a anatomofisiologia, e a relação com várias áreas de conhecimento, tais como a acupuntura, osteopatia, naturopatia, entre muitas outras.
Actualmente, a prática da Fisioterapia pode ser efectuada em hospitais, clínicas, centros de reabilitação, lares de idosos, residências séniores, unidades de saúde específicas para reabilitação, ginásios, centros desportivos, domicílio, entre outros.
 
Qual é o papel do fisioterapeuta?
Quem não teve já uma dor de “costas” que culminou numa consulta de Fisioterapia? E cujo tratamento passou por aprender a fazer uns alongamentos dos músculos dos membros inferiores ou uma correção de uma disfunção no pé? Ou a famosa “tendinite” não ser mais do que uma consequência de uma coluna dorsal demasiado rígida? Só o fisioterapeuta lhe poderá fazer este diagnóstico e ensinar regras de postura de forma a garantir a melhor qualidade de vida.
O fisioterapeuta atua nas mais diferentes áreas através de diferentes abordagens e metodologias, que têm como objetivo avaliar, tratar, minimizar problemas e prevenir as mais variadas disfunções. Por este motivo, este profissional tem reais conhecimentos de cardiologia, pneumologia, pediatria, urologia, ginecologia, neurologia, geriatria, ortopedia, traumatologia, reumatologia, dermatologia, oncologia, entre outras áreas.
 
Processo de reabilitação
Trata-se de um processo multiprofissional visando a reinserção bio-psico-social do paciente. O fisioterapeuta tem por objetivo restaurar os movimentos e funções comprometidas depois de uma doença ou acidente (ex. AVC).
 
Processo de reintegração
A fase final do processo de reabilitação de incapacitados e de reintegração do paciente na sociedade é o principal (mas não o único) objetivo da fisioterapia. Em pessoas que sofreram sequelas irreversíveis (perda de membros, paralisias por lesões nervosas centrais incapacitantes, entre outras) tal reintegração obtém-se através de treino e adaptação dos pacientes às suas potencialidades (com uso ou não de órtoteses e/ou próteses), para atingir o maior grau possível de autonomia e consequente interação social.
Os procedimentos da Fisioterapia contribuem para a prevenção, cura e recuperação da saúde. Tendo sempre presente estes princípios, a RNA Medical tem, atualmente, através da sua Rede de BEM ESTAR acordo com 400 prestadores, a nível nacional, para tratamentos de Fisioterapia. Visite-nos em https://rnamedical.pt/pt/redes-rna-medical/